A importância do Tribunal de Ética da OAB no exercício da jurisdição



Marco Túlio Elias Alves

A advocacia é indispensável a administração da justiça e portanto é correto dizer que para o Poder Judiciário desempenhar sua atividade estatal, é imprescindível que existam advogados e advogadas prontos também a exercer seu sacerdócio.

Quando se observa sob essa ótica, existe uma ligação clara entre o trabalho do advogado e as atribuições constitucionais do Poder Judiciário, e portanto a advocacia se instala entre as funções elementares do Estado.

E para o advogado desempenhar esse papel, ele precisa de um equilíbrio. De um lado, a ajuda da OAB para defender as suas prerrogativas e proteger a sociedade, evitando que ao ter direitos desrespeitados, o advogado falhe na sua tarefa social.

E de outro lado, temos o Tribunal de Ética da OAB, para também proteger a sociedade de advogados que não percebem a importância do seu papel no sistema jurídico e social. É um processo equilibrado e justo, com o advogado no centro da perspectiva.

A nobreza da advocacia não pode ser sacrificada por mercantilização e práticas ilegais, exatamente pela sua ligação com a Justiça. Afinal, o advogado e a advogada são indispensáveis ao funcionamento do Judiciário que tem atribuição de falar o direito.

Posts recentes

Ver tudo

Brasília - 61 3044-1604

Goiânia - 62 3998-3055

  • whatsapp
  • Facebook Basic
  • Twitter Basic
  • Preto Ícone Yelp
  • Preto Lugares Ícone Google
  • LinkedIn Basic
  • bandeira-brasil_318-63034